descobrir-seus-talentos

Como Descobrir se seus talentos e paixões podem virar um negócio lucrativo

Descobrir seus talentos e amar o que faz. Você já deve ter ouvido essa frase muitas vezes, mas será que o que você ama realmente pode ser o seu trabalho? Essa é uma pergunta que precisa ser respondida antes que você decida sair daquele trabalho chato que você odeia.

Você se identifica com isso?

O despertador toca, você pensa: “Mas já?!? Eu acabei de deitar!!”

Você aperta o botão soneca umas 3 ou 4 vezes para evitar levantar da cama, afinal hoje é segunda-feira e você precisa ir trabalhar. Depois da quarta soneca você levanta, correndo porque agora já está atrasado, se trocar rapidinho, só tomar um café e sai correndo.

Você precisa chegar no ponto de ônibus na hora porque se você perder esse o próximo vai demorar pra passar e você se atrasará para o trabalho. O ônibus chega. Lotado!

Mas você precisa entrar. Uma hora e meia de muito trânsito, você ficou em pé o caminho todo, o ônibus foi lotado desde quando você entrou até você descer. Você já está irritado e o seu dia mal começou. Enfim você chega ao seu trabalho e é recebido pelo seu chefe irritado perguntando onde está aquele relatório que ele te pediu na sexta-feira quando você estava indo embora. Lá vai você correndo preparar o bendito relatório.

Isso atrasa toda a sua programação do dia, você não tem tempo sequer para almoçar direito, toma só um lanche e volta correndo para terminar as suas tarefas. Chegou o fim do expediente, mas não pra você!

Ainda faltam algumas coisas que precisam ser feitas hoje porque senão amanhã será pior. Você sai tarde do trabalho e o caminho de volta é tão ruim ou pior que o de ida. Finalmente você chega em casa, quase dez horas da noite, exausto, estressado, desanimado. Só tem pique para tomar um banho, comer alguma coisa rápida e cair na cama.

Afinal amanhã começa tudo de novo….

Neste episódio 45 do MindDrops, nosso podcast semanal, vou falar sobre trabalhar com o que ama. Será que sua paixão pode virar negócio? Se você ficar até o final você vai aprender:

  •         Você está pronto para ser chefe?
  •         Dá para trabalhar fazendo SOMENTE o que ama?
  •         O que você ama pode mesmo virar negócio?
  •         Não sei meu propósito, então não posso empreender
  •         Decidi, vou empreender!

 

O trabalho é um mal necessário a ser evitado

Mark Twain

 

De algum tempo pra cá a busca por melhores condições de trabalho e qualidade de vida vem aumentando, principalmente entre os mais jovens que veem o atual modelo tradicional de trabalho ficando mais ultrapassado, sendo necessário encontrar novos caminhos, formais mais criativas, mais independentes de trabalhar.

Um desses caminhos é o empreendedorismo. Cada vez mais as pessoas encontram a respostas para os seus anseios de trabalho empreendendo. Mas será que todo mundo se daria bem se tornando empreendedor?

Você está pronto para ser o chefe?

voce-esta-pronto-para-ser-chefe

A ideia de não ter chefe faz os olhos de muitos brilharem. Mas você já se colocou na posição de um?

Afinal se você decidir mesmo empreender você será o chefe, o seu próprio chefe. Imagine isso:

Você decidiu empreender online, agora você nem precisa mais sair de casa para trabalhar. Você tem uma lista de tarefas que precisam ser feitas (por você) hoje para que seu negócio continue seguindo. Então você levanta se sentindo bem, toma seu café tranquilamente e recebe a notificação de que acabaram de liberar novos episódios da sua série preferida no Netflix.

Você decide assistir só um, afinal esse foi um dos motivos que te fez decidir empreender, ter a liberdade para fazer as coisas do jeito e na hora que você quiser. Mas você não conseguiu parar em um só, assistiu vários, agora já são quase 18h e você não fez nenhumas das tarefas que precisava fazer. Todos aqueles sentimentos que eram seus velhos companheiros quando você estava naquele trabalho que você odiava (estresse, nervoso, falta de paciência, pressão) voltam à tona.

Quando você empreende, pelo menos no início, é só você. Você é o chefe, mas é também o vendedor, o RH, o Call Center, o operacional e por aí vai. Você tem sim a liberdade de fazer as coisas do jeito e na hora que você quiser, mas elas precisam ser feitas e é você quem precisa fazê-las.

Conciliar as tarefas do trabalho com as do seu dia a dia, mais as coisas que você quer fazer não é uma das tarefas mais fáceis, mas com o passar do tempo elas se tornam naturais. Por isso é tão importante um planejamento e uma investigação para que quando você decida dar esse passo as coisas saiam minimamente dentro do esperado.

Vou trabalhar fazendo SOMENTE o que eu amo fazer

vou-trabalhar-fazendo-somente-o-que-amo-fazer

Um certo cuidado deve ser tomado com o ‘fazer somente o que ama’. Entenda uma coisa: sempre aparecerão coisas que você odeia fazer quando você faz o que ama. Principalmente quando falamos em empreender.

Muitas pessoas estão vendendo o empreendedorismo como um ‘conto de fadas’: Você terá a vida perfeita se largar o emprego que você odeia e começar agora mesmo a empreender fazendo o que ama, tendo tempo livre para fazer o que quiser, trabalhando pouquíssimas horas por dia, viajando por aí, ganhando rios de dinheiro sem nenhum esforço e por aí vai.

Isso é MENTIRA!!!

Empreender é maravilhoso, mas nem sempre suas tarefas serão fazendo coisas que você ama. É você quem vai apagar os incêndios, gerenciar possíveis reclamações de clientes, e você vai concordar comigo que essas são coisas que ninguém ama fazer.

Será que o que você ama fazer pode virar um negócio?

sera-que-o-que-voce-ama-fazer-pode-virar-negocio

A grande chave para saber se o que você ama pode virar um negócio lucrativo e de impacto é encontrar uma intersecção entre a sua paixão e uma necessidade do mercado. Vou te dar duas dicas para descobrir isso.

Dica #1 – Analise se o que você ama fazer tem mercado

Uma das formas de descobrir isso é verificar se já tem alguém fazendo. Se tem concorrente, tem mercado!

Quando eu decidi que iria fundar a Olhe Fora da Caixa criando cursos para ajudar as pessoas a descobrirem suas paixões e criarem negócios de impacto e lucrativos, eu sabia que já existiam outras pessoas fazendo, aqui no Brasil e fora também. Você acha que eu fiquei irritado e pensando algo do tipo: “Caramba, já tá cheio de gente fazendo isso, agora não vai dar mais certo!!!”

NÃO. Muito pelo contrário, eu fiquei animadíssimo porque me fez ter mais certeza de que era um negócio possível e afinal de contas tinha várias pessoas fazendo, mas o Chico Montenegro ainda não.

Agora e se não existir ninguém fazendo o que você planeja fazer?

Dica #2 – Faça uma pesquisa para descobrir se comprariam o que você quer vender

Essa pesquisa pode ser feita muito rapidamente. Caso você já tenha um blog, porque não perguntar para a sua audiência. Mas se você ainda não tiver você pode perguntar nas suas redes sociais, para seus amigos e familiares mesmo. Assim você já terá uma pequena amostra se o negócio que você pretende construir preenche uma necessidade de mercado.

Claro, quanto mais pessoas você conseguir perguntar melhor, mas não se apegue a quantidade, é mais importante você diversificar as áreas, por exemplo, não pergunte somente para pessoas da sua família, ou somente para seus amigos do seu trabalho.

Pergunte para sua família, para seus amigos do trabalho, para os amigos da faculdade, para o pessoal do futebol, etc. Pergunte para os mais variados grupos que você conseguir.

Eu ainda não sei qual minha paixão, então ainda não posso empreender

nao-sei-minha-paixao-nao-posso-empreender

Besteira!!!

A busca pelo propósito está em ênfase ultimamente. Mas esse tão almejado propósito será encontrado no meio do caminho, no meio da jornada. Claro que existem algumas pessoas que conseguem encontrar com seu propósito mais rápido do que outras, mas esse não é um fator indispensável para começar a empreender.

Você ainda não descobriu sua paixão, mas tenho certeza que você tem um talento (lembrando que talento é a união de várias habilidades), uma habilidade em algo que poderia sim se tornar um negócio. É muito mais fácil uma habilidade se tornar uma paixão do que você se tornar habilidoso em algo que você ame.

Vou explicar melhor.

Você pode gostar muito de alguma coisa, mas você não lida com ela diariamente, nunca trabalhou com ela, é algo que você faz somente de vez em quando, então você não tem habilidade nisso.

Mas tem algo que você faz muito bem, com frequência, as pessoas te elogiam por isso, até pedem para você fazer, você até já ganhou algum dinheiro com isso. Essa habilidade pode se tornar a sua paixão e já pode ser uma oportunidade de negócio também. Não se preocupe em encontrar seu propósito antes de começar a fazer algo, use suas habilidades para trabalhar com algo que ama e no meio do caminho você encontrará o seu propósito.

Decidi, vou empreender!

decidi-vou-empreender

Agora que você já investigou e encontrou um mercado para trabalhar com sua paixão, talento ou habilidade, está na hora de colocar a mão na massa. O caminho para empreender não é um caminho fácil.

Ter pessoas que já passaram por ele para ensinar, ajudar a evitar erros, compartilhar, trocar ensinamentos, mostrar a direção e até mesmo incentivar quando as coisas ficarem um pouco mais difíceis é muito importante, muitas vezes pode ser até decisivo. Eu mesmo apesar de já empreender há 13 anos, nos últimos 18 meses entrei para vários grupos de mentoria, tive e tenho muitos mentores.

Através dos ensinamentos que eu adquiri com eles que evitei vários erros, corrigi algumas rotas e consegui acelerar muitas coisas aqui na Olhe Fora da Caixa.

Foi por isso que eu decidi criar o Grupo de Mentoria e Implementação onde eu juntei a experiência e conhecimentos adquiridos nesses 13 anos empreendendo com os ensinamentos dessas mentorias para ajudar a um grupo seleto de pessoas a transformarem suas ideias, talentos e habilidades em um negócio de impacto e lucrativo.

Através dele eu vou ajudar essas pessoas a colocarem seus Negócios Digitais no ar em 15 dias e acompanhar esses negócios de perto durante 4 meses. Se você se interessou, nós abrimos as inscrições para esse grupo, basta clicar aqui e preencher a aplicação.

Como se trata de um grupo pequeno e bem seleto, essa aplicação passará por uma análise e as pré-selecionadas passarão por uma entrevista feitas por mim para que eu entenda se eu poderei ajudar e se o perfil se encaixa com o do nosso grupo.

Se você se interessou basta clicar no link: http://olheforadacaixa.com/mentoria

Se você gostou deste episódio, mande ele pra frente compartilhando com seus amigos por email, nas redes sociais e no boca a boca também. Quando você compartilha me ajuda a levar a frente este projeto e mudar o mindset de mais e mais pessoas.

Aproveite e assine o MindDrops no aplicativo de podcast do seu smartphone, caso não tenha instalado, basta baixar algum que te agrade. Você pode assinar pelo iTunes ou escutar pelo SoundCloud.

Importante: deixe também uma avaliação lá no iTunes, isso ajuda demais para que este projeto continue crescendo e comenta aqui embaixo sua paixão pode virar negócio?

DÊ UM SOCO NA CARA DO MEDO, SAIA DA MESMICE E ENTRE EM AÇÃO

DÊ UM SOCO NA CARA DO MEDO, SAIA DA MESMICE E ENTRE EM AÇÃO

Neste Guia Completo e Gratuito vamos te mostrar, de forma prática, como sair da mesmice e criar uma vida produtiva, com melhores hábitos e vivendo todo seu potencial usando suas habilidades.

SIM! QUERO BAIXAR DE GRAÇA